Relator da OEA debaterá situação da liberdade de expressão no Brasil

Violência policial em manifestações, processos judiciais contra blogueiros e restrições à comunicação pública são sérias violações à liberdade de expressão que têm, de forma preocupante, crescido no Brasil nos últimos anos.

Livro Golpe 16 será lançado

Obra, que marca o lançamento das Edições Fórum, reúne artigos de blogueiros, jornalistas e ativistas sociais com uma visão crítica sobre o golpe que afastou Dilma Rousseff da Presidência da República; prefácio é assinado pelo ex-presidente Lula.

Telesur: Cronología: Golpe de Estado en América Latina

En palabras de la presidenta legítima de Brasil, Dilma Rousseff: “En el pasado con las armas, y hoy con la retórica jurídica, nuevamente pretenden atentar contra la Democracia y contra el Estado de Derecho”.

por que gritamos golpe?


FENAJ e Sindicatos de Jornalistas repudiam desmonte da EBC

A Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ), entidade máxima de representação da categoria, e os Sindicatos de Jornalistas vêm a público repudiar a atitude do governo ilegítimo de Michel Temer de, por meio da Medida Provisória 744/2016, iniciar o desmonte da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), eliminando seu caráter público.

quando o poder é solitário: luzia álvares

Dilma Rousseff diante de uma corte de julgamento. Presa, lutando pela democracia. Solitária, aquele momento.
Acompanho, tanto como eleitora como militante social e mais ainda como cientista política as sucessivas tendências de desgaste político a que vem sendo submetida a Presidenta Dilma Rousseff, desde o momento em que foi eleita para o cargo pela segunda vez, em outubro de 2014, com 51,64% de 54.501.118 votos.

O discurso histórico de Dilma no Senado


Por Altamiro Borges


Sem se intimidar diante dos seus algozes - com a mesma altivez que enfrentou os generais no tribunal de exceção da ditadura militar -, a presidenta Dilma Rousseff apresentou a sua defesa na sessão do Senado desta segunda-feira (29). "Coração valente", ela encarou os senadores: "Diante das acusações que contra mim são dirigidas, não posso deixar de sentir novamente o gosto amargo da injustiça e do arbítrio. Mas como no passado, resisto. Não esperem de mim o obsequioso silêncio dos covardes". Ao falar sobre o êxito das Olimpíadas no Brasil, ela chorou. Dilma também criticou o papel nefasto da mídia no golpe. Vale conferir a íntegra do seu discurso, que entrará para a história:


festival 'se rasgum': edição especial


Festival Se Rasgum realiza edição especial no Rio de Janeiro

A festa é gratuita e terá cinco shows com dez atrações do Pará na Lapa. O evento foi aprovado pelo edital Mostra Funarte de Festivais de Música nas Olimpíadas.

precisamos de cabeça para abrigar a memória....

'ainda estou presa na forma.... a que o fogo levou.... me levou.... ' (cris moreno)
centro comercial de belém

orelhão no chão....

ficou dois dias no chão.... por que não colocar uma torre para gps e recarregar aparelhos de celular? fica a sugestão....

av. almirante barroso esquina com a travessa do humaitá, bairro do marco.
aqui jaz um orelhão....


click grátis e rotina do jornalismo....




e ainda:

jesús martín-barbero: os ruídos e redundâncias

As formas mestiças da mídia
[....]Gramsci entende a crise como o velho que morre e o novo que não encontra como nascer. Um tempo em que o velho já se foi, mas em que o novo não tem forma ainda. Portanto estamos habitando algo para que ninguém nos preparou, segundo minha amiga Hannah Arendt, que é a incerteza. Ninguém no cristianismo nem no marxismo nos ensinou a conviver com a incerteza. Então, eu habito um tempo de profunda incerteza. Não é uma incerteza escapista, que me dá o direito de fazer o que tenho vontade porque não sei para onde vai o mundo, não sei para onde vai nada e então me abismo em mim e passo a me dedicar aos grandes prazeres intelectuais, corporais, eróticos, o que seja, porque nada vale a pena. E muita gente acha que eu teria o direito de dizer assim, de tal maneira se desconfigurou aquilo em que eu acreditava, aquilo que eu cria que sabia, aquilo que cria que esperava. Entretanto, creio que a minha incerteza é esperançosa, não otimista, mas esperançada. Sabe como tinha esperança um judeu ateu chamado Walter Benjamin? Sem esperança os judeus não existiriam. Veja o que disse Benjamin: “Não podemos viver sem esperança, mas a esperança só nos é dada pelos desesperados”[....]

saudades: umberto eco

A lição de Umberto Eco contra o fascismo eterno

[....]Gramsci foi mantido na prisão até a morte, Matteotti e os irmãos Rosselli foram assassinados, a liberdade de imprensa suspensa, os sindicatos desmantelados, os dissidentes políticos confinados em ilhas remotas, o poder legislativo tornou-se pura ficção e o executivo (que controlava o judiciário, assim como a mídia) emanava diretamente as novas leis, entre as quais a da defesa da raça (apoio formal italiano ao Holocausto)[....]

[seguir lendo]

boaventura de souza santos: um estudioso

La crisis es una estrategia para liquidar las políticas sociales

El mundo se encuentra en medio de una crisis profunda. Al mismo tiempo quieren hacernos creer que el modelo neoliberal de crecimiento economico permanente es el único posible. El sociólogo Portugués Boaventura de Sousa Santos deshace este mito. Hay alternativas pero el sistema los oprima o impide su visibilidad. De Sousa se dedica a construir una “epistemología” de alternativas. Es tiempo que las universidades abren puertas y ventanas para que entre este conocimiento alternativo, dice de Sousa.

duas imagens, uma paisagem....

Voltamos a ter um mundo unipolar, diz Cristina Kirchner

Em entrevista a veículos internacionais, a líder argentina disse não ter medo de ser presa e que ideia de integração regional está sendo abandonada

[seguir lendo]





Atos de 'governo golpista' provocarão explosões sociais na América Latina, diz Dilma a jornal mexicano


'Esses processos golpistas podem trazer consequências imprevisíveis.

Lamentavelmente o preço a pagar será muito alto', diz presidente afastada