março 05, 2017

olha que oportunidade.... de resignação!

o foco de todos em cima do grafite, da pichação, ou o que seja que esteja escrito nas paredes trouxe o sopro de um vento antigo, de história. gostei da participação dos arquitetos, ainda mais. quando você pensa que está tirando a roupa da cidade, depara-se que lá, de onde vem o vento, faziam isso idem.... diga-me, o que não vem de lá? só sei que o grafite tira um quê de colonização, como uma fantasia....